Rede de Notícias do Cinturão e Rota

BRNN>>Rede de Notícias do Cinturão e Rota>>Sobre RNCR>>Apresentação da BRNN

Sobre a Rede de Notícias do Cinturão e Rota

13.08.2021 09h44  Fonte: Diário do Povo Online

A Rede de Notícias do Cinturão e Rota (BRNN) foi lançada em resposta à proposta de “construir uma rede de notícias” do presidente chinês Xi Jinping, por ocasião do 1º Fórum do Cinturão e Rota (BRF) para Cooperação Internacional em 2017, que ganhou resposta positiva das organizações de comunicação social em todo o mundo, especialmente entre aquelas ao longo da rota da seda.

No dia 23 de abril de 2019 foi realizada a Primeira Reunião do Conselho da BRNN, marcando o avanço substancial e o início do trabalho institucional da organização. O presidente chinês, Xi Jinping, enviou uma mensagem de felicitações à reunião. A primeira reunião do conselho deliberou e votou pela aprovação dos documentos básicos da BRNN, incluindo a Carta da BRNN, o Regulamento Interno do Conselho e o Plano de Trabalho Anual (2019-2020). Na ocasião foram lançados o site e o aplicativo da BRNN.

O primeiro conselho foi composto por 40 organizações de comunicação social de 25 países e o Diário do Povo assumiu a presidência, responsável pela convocação das reuniões do conselho, coordenação e supervisão dos principais assuntos. A Secretaria da BRNN está sediada no Diário do Povo, responsável pelo funcionamento diário e pela execução das decisões do conselho.

Desde a sua criação, a BRNN tem seguido o espírito da Rota da Seda, caracterizado pela paz e cooperação, abertura e inclusão, aprendizagem mútua e benefício mútuo, com coordenação política, conectividade de infra-estruturas, comércio desimpedido, integração financeira e laços interpessoais mais estreitos como principais objetivos e esforços realizados da seguinte forma: 1) lançamento do site multilíngue da BRNN e da plataforma de aplicativos; 2) realização de diversas atividades, como oficinas de mídia da BRNN, fóruns, reuniões e viagens conjuntas de reportagem; 3) lançamento do Prêmio da Rota da Seda para a Comunicação Internacional (SRGNA); 4) promoção de memorandos de entendimento entre os membros para melhorar a cooperação e colaboração em notícias; 5) lançamento de serviço de agregação e distribuição de notícias; 6) divulgação de uma carta aberta Juntos Combatemos a Guerra da Pandemia, Juntos Construímos a Rota da Seda da Saúde em seis idiomas quando a pandemia estava em alta.

Em 19 de dezembro de 2022, foi realizada em Beijing a segunda Reunião do Conselho da BRNN. Li Shulei, membro do Birô Político do Comitê Central do Partido Comunista da China (PCCh) e chefe do Departamento de Publicidade do Comitê Central do PCCh, fez um discurso na reunião por meio de videoconferência. Representantes de 38 membros do conselho de 23 países participaram da reunião online ou offline. O Diário do Povo, como presidente do conselho da BRNN, apresentou um relatório sobre o trabalho do primeiro conselho da BRNN. A reunião aprovou o Regulamento Interno do Conselho alterado e concordou em adicionar novos membros ao segundo Conselho. Os representantes discutiram e realizaram sugestões sobre como dar melhor desempenho à BRNN e promover melhor os intercâmbios culturais e interpessoais. O segundo conselho da BRNN foi composto por 42 organizações de mídia de 27 países.

No encontro foi realizada a avaliação final da primeira SRGNA, após a primeira rodada de avaliação pelas comissões acadêmicas e reavaliação pela comissão julgadora. Entre 4.485 inscrições coletadas de 80 países e regiões, 19 ganharam prêmios em cinco categorias, incluindo a reportagem Iniciativa do Cinturão e Rota do Cazaquistão: O Caminho para algum lugar. Mushahid Hussain Syed, chefe do Clube dos Amigos da Rota da Seda do Paquistão e presidente do Instituto Paquistão-China, recebeu o Prêmio de Contribuição Especial. A SRGNA ganhou o reconhecimento dos membros da BRNN pelo seu profissionalismo e autoridade.

Graças aos esforços conjuntos, a BRNN melhorou a sua influência e coesão para se tornar uma plataforma vital de cooperação midiática no quadro do Cinturão e Rota. Em maio de 2024, os membros da BRNN incluíam 263 organizações de mídia de 109 países.